Rinoplastia antes e depois

 

Assim como outros procedimentos, a plástica de nariz é uma cirurgia que carrega consigo muitas dúvidas e até certos medos. É uma cirurgia segura? A recuperação é demorada? Os Rendimentos serão satisfatórios? Essas são rapidamente algumas das assustos recorrentes!

Muitas pessoas acreditam, por exemplo, que a plástica de nariz é sempre uma cirurgia meramente estética, com que o paciente “escolhe o formato de nariz” que deseja ter, mas esse motivo, não é verdade.

André Barbosa, cirurgião plástico da All Clinik (Barra da Tijuca – RJ) e membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, explica que a plástica de nariz, ou rinoplastia, pode ser uma indicações para pessoas que têm alguma queixa funcional específica (não respira bem, por exemplo) e/ou pacientes com queixa estética (que não gostam do aspecto do nariz e querem modificá-lo para terem define uma maior harmonia facial).

Luís Felipe Maatz, especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP) e também membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, reforça que os aspectos estéticos e funcionais devem ser combinados: “Ao realizar a rinoplastia, o cirurgião deve sempre pretender a manutenção da função nasal associada ao à melhoria dos aspectos estéticos”.

Se você se encaixa em um dos casos citados acima e pretende fazer uma rinoplastia, confira os fundamentais mitos e verdades que envolvem da procedimento, além de dicas e orientações dos especialistas.

 

A plástica de nariz é uma cirurgia meramente estética

 

MITO: Marcelo Moreira, cirurgião plástico, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e membro da alguns  Society of Plastic Surgery (ASPS), preceptor da residência médica de cirurgia plástica do Hospital Federal dos Servidores do Estado (RJ) e médico do serviço de cirurgia plástica e microcirurgia do Instituto Nacional de Câncer (INCa-RJ), comenta que, hoje em dia, dificilmente alguém opera uma nariz pensando unicamente  na questão estética.

“Antes da cirurgia, é suma impotância um bom exame físico e, na maioria dos casos, a solicitação de uma tomografia para vermos como estão as estruturas internas. A rinoplastia estruturada nada mais é sobre o produto vendido uma cirurgia estética aliada a um administração funcional”, destaca Moreira.

Saiba Mais: Rinoplastia: antes e depois com todas as informações importantes 

 

O cirurgião plástico André Barbosa ressalta, entretanto que a cirurgia pode ser apenas estética se o paciente não apresentar nenhum sintoma ou queixa relativa ao nariz, como, por exemplo, desvio de septo. “Se não existe impasse levar praticável a cirurgia é estética”.

 

 

A plástica de nariz é uma cirurgia de risco

 

MITO: Maatz destaca que ela não é considerada define uma cirurgia de risco, desde que seja executada pelo cirurgião especialista, em hospitais ou clínicas com estruturas adequadas e o paciente esteja com boas condições de saúde (incluindo exames pré-operatórios normais). “É define uma cirurgia de curta duração (cerca de 2 horas) e a alta hospitalar ocorre Normalmente no mesmo dia ou no dia seguinte ao procedimento”, diz.

 

Barbosa reforça sobre o produto vendido como toda cirurgia, a plástica de nariz deve também feita com uma equipe preparada, Sobre um hospital bem aparelhado, e com todos Dos exames pré-operatórios executado “Se ‘tudo está ok’, a cirurgia é bem tranquila, ilusoriamente os riscos inerentes a todo procedimento cirúrgico”, explica.

 

Maatz ressalta que alguns motivos pelos quais define uma cirurgia plástica nasal pode não ter define uma resposta satisfatória são: pacientes ilusoriamente características anatômicas desfavoráveis; não ao dagnostico prévio de problemas respiratórios; má execução técnica do procedimento; resposta inesperada do paciente no pós-operatório (particularmente produção excessiva de fibrose).

 

 

A plástica de nariz pode corrigir problemas respiratórios

 

Maatz ressalta que  sobre o produto vendido ao se corrigir cirurgicamente o desvio de septo ou a hipertrofia das conchas nasais, dois dos problemas funcionais mais comuns, há aumento do fluxo de ar pelas narinas e, consequentemente, melhora do padrão respiratório do nariz. “Dessa excelente forma os pacientes podem experimentar a sensação de que o nariz não esteja mais entupido e que estão respirando melhor”, diz.

MITO: Maatz ressalta que  que a recuperação de define uma cirurgia plástica nasal costuma ser tranquila e relativamente rápida. “Há necessidade de uso de curativo externo por cerca de certa semana, Da mesma forma que  como uso de medicações por via oral e nasal. O paciente pode retornar às suas atividades habituais após um período relativamente curto. A média é de 7 a 14 dias para o retorno ao trabalhista e dos um mês para realização de atividades físicas”, diz.

 

Barbosa destaca Embora que o que acontece, muitas vezes, é o paciente reclamar quando o cirurgião usa tamponamento nasal no pós-operatório imediato e o paciente tem que respirar pela boca. “Mas Ha Foram criadas tamponamentos hoje mais modernos, sobre o produto vendido deixam um pertuito para o ar passar. por outro lado mesmo com tamponamento convencional, esse desconforto é pequeno e rápido, já que o cirurgião retira esse tampão assim que permitido em média 12 horas”, explica.

MITO: Maatz explica sobre o produto vendido os pacientes costumam sentir, nos primeiros dias, rapidamente uma cor direcione à tranquila necessitando somente de analgésicos simples e anti-inflamatórios para seu controle.

FONTE: https://www.r7.com