Quanto tempo de repouso após cirurgia no nariz

A rinoplastia remodela o nariz para censurar qualquer senão ou apenas uma coisa que incomode seu proprietário. Trata-se de uma das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil, o que não é de se admirar, já que é uma das partes do corpo mais proeminentes e que mais impactam na perspectiva.

Clique Aqui: A cirurgia plástica do nariz pode ser associada com cirurgias que visam a correção da função

A intervenção no nariz não é uma complexa, em razão de várias vezes o paciente pode ir para a casa no mesmo dia do técnica. Não obstante, é necessário adotar um profissional de firmeza, um local apropriado e saber bem o que se quer como resultado.

 

O que é rinoplastia?

A intervenção de rinoplastia é um técnica constantemente realizado com propósito estético, ou seja, para oferecer conjugação do nariz com o resto da rosto, no entanto há casos de fundamental distintivo ligado no sistema respiratório.

O técnica não costuma ser de alta dificuldade ou intervir vários riscas, dessa forma várias vezes o paciente pode ir para casa no mesmo dia.

A rinoplastia masculina é uma das cirurgias plásticas mais buscadas por homens de 20 a 30 anos. Entre as mulheres, ela é desejada, porém não figurante entre as mais pedidas. De acordo com informação da ISAPS, os procedimentos mais buscados por elas são: instituição de mamas (prótese de silicone), lipoaspiração, blefaroplastia, abdominoplastia e mastopexia.

Informações

De acordo com o clínico plástico Luís Felipe Maatz, profissional em Intervenção Maior parte e Intervenção Plástica pelo Hospital das Clínicas da Bens de Medicina da Faculdade de São Paulo, a rinoplastia pode ser indicada por causas estéticos ( para conformizar o nariz com os apontamento do frente ), funcionais ( no momento em que há qualquer alteração na ofício respiratória nasal ), ou pelos 2 causas.

Ligado

Chave de septo e ganho de massa muscular das conchas nasais são complicações comuns que são capazes de provocar dificuldade na respiração. No momento em que realizada a rinoplastia, essas modificações são capazes de ser corrigidas, com racional crescimento do movimento de ar pelas narinas e benefício do padrão respiratório.

Plástica

Entre as possíveis correções estéticas, estão a diminuição de massa do nariz, da giba do dorso nasal, redução da largura, modificações da ponta nasal, modificações da asa nasal e narinas, entre outros.

 

Pré-operatório da rinoplastia

Antes da intervenção, será essencial a prática de alguns exames para saber como está a saúde maior parte, como hemograma, testes de coalhadura e cardíacos. Em casos de modificações funcionais, é recomendado realizar tomografia dos seios nasais.

Caso seja saturado um medicamento exclusivo, o médico deverá expressar se será preciso atrapalhar seu utilização com primazia. Remédios anticoagulantes, como aspirina, não precisam ser ingeridos antes da cirurgia, já que são capazes de casar a coalhadura e fazer sangramentos.

Será preciso paralisar de fumar e ingerir bebida alcoólica e, por fim, preservar jejum e refreamento da consumo de água por algumas horas antes da plástica no nariz.

Técnicas

Há muitas técnicas possíveis para a prática desta intervenção, as quais são escolhidas de acordo com a urgência de cada paciente e a preferência do médico.

Técnica aberta

A maior parte dos cirurgiões plásticos utiliza a tragada rinoplastia aberta, com visualização direta dos componentes do nariz (ossos, cartilagens e partes moles) a partir de uma incisão entre as narinas, por dentro e por fora.

Técnica fechamento

Na rinoplastia fechamento, é realizado um irrelevante corte apenas na parte interna das narinas.
Como é feita?

Após a descrição e visualização, há intervenções variadas sobre as estruturas, como retiradas parciais ou remodelamentos das cartilagens, raspagem dos ossos e osteotomia ( tipo de corte / quebra nos ossos laterais), retiradas ou reposicionamento das asas nasais, entre outros, diversificando caso a caso.

São corrigidos eventuais desvios de septo ou excessos das conchas nasais e, em alguns casos, colocados enxertos de cartilagem.

Duração

É uma intervenção de curta duração ( cerca de 2 a 3 horas) e a alta hospitalar acontece no mesmo dia ou no dia posterior ao técnica.
Recuperação e pós-operatório da rinoplastia
A recuperação da rinoplastia costuma ser tranquila e ágil.

Há urgência de utilização de tratamento por cerca de uma semana, assim como utilização de remédios por via nasal e oral.
Nos primeiros dias, por causa de ao inchaço afluente, pode ocorrer dificuldade na respiração pelo nariz, o que costuma aumentar com o utilização das remédios prescritas pelo clínico.

O paciente pode voltar às atividades habituais depois de um tempo respeitante a limitado: média de 7 a 14 dias para o trabalho e de um mês para prática de atividades físicas.

Antes e em seguida

A rinoplastia precisa conformizar o nariz do paciente com a rosto. Há inúmeras modificações possíveis e resultados que são capazes de ser esperados, por exemplo:

Diminuição do massa

Diminuição da giba do dorso nasal (narizes aduncos)
Redução da largura (narizes largos ou popularmente “ nariz de batata ”)
Modificações da ponta nasal (pontas em formato de bolinha ou quadradas, que ganham o um afinamento)
Modificações da asa nasal e narinas ( como a diminuição da boca das narinas)
Crescimento e elaboração do nariz, o que pode ser ganho a partir de enxertos de cartilagem da aba ou até mesmo da costela.

 

Riscas

A rinoplastia não é considerada uma intervenção perigosa, a partir de que seja realizada por um clínico profissional em hospitais ou clínicas com estrutura adequadas e o paciente esteja com boas condições de saúde.

Porém, também dessa maneira pode ocorrer sangramentos e dificuldade em respirar no pós-operatório, além dos riscas inerentes a qualquer intervenção, como infecção e os relativos à anestesia.

Contraindicações

A rinoplastia é contraindicada destinado a pessoas com doenças prévias em ciclo aguda, lactantes e pacientes que fazem o uso de anticoagulantes incessantemente.

Resultados insatisfatórios

Embora de a rinoplastia solucionar complicações estéticos e funcionais, é possível que a intervenção não tenha um resultado aceitável, especialmente nas seguintes condições:

Pacientes com qualidades anatômicas desfavoráveis
Não-diagnóstico prévio de complicações respiratórios
Má energia técnica do técnica
Resposta inesperada do paciente no pós-operatório ( especialmente fabricação excessiva de fibrose)

Nestes casos, é possível frequentar com o clínico plástico sobre uma rinoplastia secundária, que visa apropriar as mudanças feitas na primeira cirurgia.

Qual profissional faz o técnica?

Somente otorrinolaringologistas e cirurgiões plásticos estão aptos a realizarem o técnica.

No qual realizar?

A rinoplastia precisa ser feita em hospitais ou clínicas com estrutura adequada e todo guarida no caso de qualquer história, como estrutura de Elemento de Terapia Intensiva (UTI).

Rinoplastia pelo SUS

O Sistema Único de Saúde (SUS) custeia a rinoplastia em casos extremos de modificações funcionais e até mesmo estéticas que atrapalham a saúde e entono do paciente.

Para se reduzir-se ao técnica pela barga pública é preciso agendar uma consulta com cirurgião maior parte em um posto de saúde e evidenciar as dificuldades e a intenção de corporificar o técnica.

FONTE: https://www.r7.com