O que a toxina botulinica faz no músculo

A toxina botulínica, bastante conhecida e usada em tratamentos estéticos para proteger-se rugas e marcas de expressões, vem tomando destaque na Odontologia por ter efeitos terapêuticos. E comportar-se em tratamentos no qual o paciente apresenta quadros de dores e desconfortos na região de ATM, disfunções mandibulares, cefaleias secundárias, etc.

Primeiro, vamos advertir um pouco que é a toxina e o bruxismo?

A Toxina Botulínica: a toxina é um bloqueador neuromuscular, ou seja, ela interrompe a comunicação entre o massa magra e o substância fazendo com que o massa magra deixe de ter êxito. Essa é a essencial casa que levou as clínicas estéticas a usar a elemento em seus pacientes. Uma vez que ao ser aplicada sob a pele, a toxina lesiona a padrão motora dos músculos, impedindo que estes se contraiam e evita que as rugas se formem, dessa maneira a rosto encontra-se mais lisa.

Saiba Mais: É a injenção da dose apropriada de toxina botulínica para redução de rugas

O Bruxismo: um dos maiores destaques na odontologia no meio ligado do utilização de toxina botulínica vem sendo a uso em paciente que apresentam o bruxismo ou apertamento excessivos dos dentes. Problema que influencia cerca de 30% dos brasileiros e se caracteriza pelo ranger de dentes ao longo o sono. O bruxismo é concreto como uma exercício da altercação temporomandibular (ATM) que ocorre ao longo o sono. É considerado um transtorno do movimento ligado ao sono bastante comum.

Também não há um tratamento ao certamente que faça a indivíduos paralisar de ranger os dentes, uma vez que suas motivos não foram completamente compreendidas. Até o hora sabemos que é uma requisito cerebral provavelmente relacionada disfunções na personalidade da dopamina de impedir movimentos musculares espontâneos, associada a questões psicológicas inclusive impaciência, stress, ira, frustrações ou tensões.

Reconhecimento do Bruxismo: o reconhecimento do bruxismo várias vezes é cirurgião, ao avaliar a boca do paciente encontramos vestígios de desgastes dentários, ganho de massa muscular dos músculos da mastigação, ou o paciente se dissabor de cefalalgia, dor na altercação temporomandibular e nos músculos da mastigação. É bastante comum similarmente, os pacientes que apresentam bruxismo apresentarem o fileira defeituoso dos dentes superiores e inferiores.

Tratamento do Bruxismo com a Toxina Botulínica

O utilização da toxina botulínica no tratamento de bruxismo é recomendado especificamente para amenizar a dor muscular relacionada a movimentos excessivos e repetitivos de ranger e apertar os dentes. A aplicação da elemento na musculosidade da rosto, mais exatamente na região do massa magra masseter e secular antepositivo, reduz a personalidade de retração do mesmo. Dessa forma, a altercação temporomandibular (ATM) não é forçada, diminuindo sua movimentação e, de modo consequente, o apertar dos dentes.

A partir de um inibição neuromuscular, a toxina botulínica interrompe a comunicação entre o massa magra e o substância. Mesmo não impedindo a retração muscular, ela diminui a intensidade dessa retração, favorecendo uma benefício na justeza da musculosidade e promovendo um alívio expressivo da dor facial, com menor intensidade, frequência e duração dos episódios de dores. O resultado da aplicação da toxina inicia a surgir depois de 48 horas possui seu bico de resultado depois de 15 dias.O resultado da aplicação não é regular, inicia a despossar seu resultado por volta de 3 a 4 meses, devendo ser refeita depois de 6 meses da primeira aplicação.

Os efeitos adversos do tratamento com a toxina são mínimos, sendo mais comum o começo de vermelhão, hematomas e um rápido inchaço, que desaparecem em poucas horas.
Embora de mostrar resultados bastante satisfatórios, a aplicação da toxina botulínica não protege a cura e efetivamente somente o controle do quadro, que várias vezes pode advir quebras de dentes e desgastes. Dessa forma, o tratamento precisa ser utilizado para diminuir a vigor de retração muscular, sendo aliados a placas de mordidas e a revisão da picada.

FONTE: https://www.r7.com