Estrias: o que são é o tratamento

As estrias são lesões adquiridas quando há um rompimento das fibras elásticas e colágenas da pele. Essas fibras são responsáveis pelo firmamento celeste da pele, então, em que época elas são destruídas, a estria aparece, por conta do estriamento da pele. As marcas têm dois estágios, o primeiro é em que tempo a estria ainda esta recente, acabou de aparecer, seu aspecto é rosado ou da cor da pele, podem ser discretamente elevadas e são acompanhadas de uma mancha inflamatório local. A estria é chamada de estria rubra. Já no secundário estágio, a estria já está mais antiga e se encontra com a coloração mais esbranquiçada, quando as fibras colágenas e elásticas já tiveram uma atrofia maior, estria branca.

Por que as estrias surgem?

Geralmente as estrias aparecem após algum tipo de mudança no corpo, como por exemplo, colocação de próteses, aumento de peso, gestação e anorexia nervosa. Com isso, a pele tem uma distensão excessiva, fazendo com que o colágeno e a elastina, responsáveis por sustentar a nossa pele, se rompam, diminuindo a espessura da derma e da epiderme, diplomando as cicatrizes.

Aonde surge

As estrias podem surgir em qualquer lugar do corpo, porém, são mais comuns em lugares que sofrem com o estiramento da pele, como:

Quais são os tratamentos para acabar com as estrias?

Geralmente os tratamentos visam a renovação da pele e a adição de produção de colágeno. Por isso, a decisão é mais eficiente em estrias recentes. Sendo assim, os melhores cuidados para amenizar catafalcos marcas são:

  1. Esfoliação: segunda para fazer a descamação da pele superficial, promovendo o crescimento de uma nova. O ritual também aumenta o estímulo para formação de fibras de colágeno e elastina, melhorando a grau da pele na região.
  2.  Ácido retinoico: é uma endura derivada da vitamina A e copiosamente utilizado para a cura tópico das estrias. Pode deixar a pele mais sensível, causando vermelhidão e descamação, e só deve ser acostumado depois da indicação medica. Mantenha a região hidratada, o que, além de amenizar a irritação, preserva a fibras.
  3. Peelings: são semelhantes aos ácidos, porém, costumam ter uma concentração mais elevada de ativos que proporcionam descamação e vermelhidão no  local. O procedimento aguenta, ou não, ser aliançado à sessões de dermoabrasão, que estimulam a composição de colágeno, promovendo a padronização da pele e permitindo uma melhor penetração da ativos.
  4. O laser fracionado: igualmente pode ser utilizado e gera namoradas áreas de dano termal, além da cicatrização do tecido lesado, promovendo a formação de colágeno.

como evitar estrias

Evitar o ganho de peso rápido e manter a pele sempre bem hidratada é a melhor forma de evitar que as estrias se formem na pele. Cerca de 8 a cada 10 mulheres grávidas ficam com estrias, e nem todas vão desaparecer espontaneamente. No entanto, quando a mulher não engorda muito rápido na gestação e tem o cuidado de aplicar cremes e óleos diariamente em sua pele, o risco de ter estrias é menor. Os cremes para estrias são mais eficazes nas estrias novas, que são as vermelhas ou roxas. Nesse caso o creme deve conter Q10 ou ter efeito tensor, por exemplo. Deve-se aplicar o creme com uma massagem local todos os dias depois do banho e pode ser reaplicado várias vezes por dia. Esse mesmo tipo de creme pode ser usado para prevenir o aparecimento de novas estrias nas áreas mais afetadas como mamas, barrigas, coxas e bumbum.

Para mais informações: Acesse tratamento de estria

FONTE: https://www.r7.com/

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/