Depois do canal tem que fazer restauração

Você sabe o que é o tratamento de canal? Às vezes, a odontologia age aproximadamente que de maneira impercebível, porém constantemente bastante fundamental! O canal resolve complicações que acometem a massa dentária, uma das estruturas mais interiores do dente. Antigamente, antes do tratamento, os dentistas optavam por solucionar qualquer dificuldade na região extraindo o dente.

Saiba Mais: Se o seu tratamento endodôntico está terminado, os canais radiculares encontram-se definitivamente

Hoje, já há a eventualidade de soltar o satisfação do paciente, sem a urgência de implantes e próteses. Porém, também dessa maneira, vários pacientes se perguntam como encontra-se o dente em seguida do tratamento de canal, já que não há nenhuma oscilação na superfície dentária. Pensando nessa história, conversamos com o profissional em intervenção oral Ricardo Teixeira para levar essa incerteza e saber quais afazeres o paciente precisa ter agora.

O QUE É O TRATAMENTO DE CANAL?

O tratamento de canal é sugerido constantemente que o paciente padece um trauma na massa dentária. A massa é o fazenda mais interior da raiz do dente, impercebível aos nossos olhos, cheio de terminações nervosas. Dessa forma, constantemente que o paciente reclama de dores profundas e persistentes, pode ser que uma coisa tenha agredido a setor, como a consumição ou um trauma e quebra. O tratamento é possível e, realizado pela mão de um profissional, totalmente sem riscos. Em um primeiro hora, o dentista necessita remover a superfície dentária – a coroa – para ter acesso ao canal que leva à massa. “ Esse canal é obturado com material afinado, conhecido por guta-percha percha, de forma hermética em uma cimentação que precisa ser densa e exercer todos os espaços”, comenta ele. Em seguida disso, pode ser preciso terminar o tratamento com a instalação de pinos intrarradiculares que servem para reter o aldeia e sua restauração definitiva.

COMO ENCONTRA-SE O DENTE EM SEGUIDA DO CANAL?

Esteticamente, em seguida do canal, não há várias diferenças significativas, já que as principais mudanças foram feitas internamente. Embora disso, no momento em que a coroa é recolocada, podem-se reparar pequenos desgastes. “O dente pode entregar a partir de um erosão mais conservante até um erosão interno mais proeminente para a fabricação de máximo intracanal”, comenta o profissional. Em alguns casos, pode ocorrer de a tinta do componente modificar um pouco, tendo um rápido obumbração. Porém não há nada que a odontologia plástica não resolva!

Rede Sociais: https://www.facebook.com/G2-Portal-de-Noticias-103955877864969/

m seguida do tratamento, o paciente similarmente irá reparar uma menor resistência do dente. “ Quanto maior o erosão interno de sua elemento dura e sua oscilação de geometria, menor será a resistência, sendo esse componente por manifestação um dente mais rúptil que um dente sadio ”, completa.

AFAZERES EM SEGUIDA DO CANAL: A REFEIÇÃO NECESSITA MODIFICAR

De acordo com o profissional, a essencial orientação é que o paciente siga todas as informações do dentista, especialmente quanto à medicamento. Porém um fundamental atenção para em seguida do canal é com a refeição. “ Precisa evitar ao máximo alimentos que transfiram grande trabalho oclusal ao componente combinado ou de maneira repentina ao dente, estes são alimentos bastante duros, crocantes ou bastante resistentes”, atento ele. Não seguir essa recomendação pode resultar complicações ao dente recuperado, como fissuras e novas fraturas.

COMO PRECISA SER FEITA A SANEAMENTO?

A saneamento é a mesma! “ Não há diferença na higiene entre um dente com canal combinado e um dente sadio se esta for realizada de maneira ideal. Somente deve-se estar ligado ao feito de que o dente do canal combinado pode ter uma possível restauração protética, porém que, se bem executada, sua higiene com cordão dental e escova são suficientes”, atento ele.

Um último atenção é quanto ao tempo de retorno do dentista. “O dente pode sentir modificações de coloração, contar o começo de trincas ou fissuras, ou mesmo modificações periapicais que sugiram uma nova interferência seja por via endodôntica ou para endodôntico”, comenta ele. Dessa forma, é fundamental ter um orientação profissional, enquanto o dente também se recupera.

FONTE: https://www.r7.com