Check up vascular

Já ouviu anunciar de checkup vascular? Se também não, conferi aqui o quanto é fundamental estar em dia com estes exames, especialmente se você possui favoritismo à algumas doenças específicas.

A Clube Brasileira de Angiologia e de Intervenção Vascular esta com uma campanha para estimular a prevenção de doenças vasculares, com o intuito de coarctar o algarismo de problemas e mortes.

É um sobreavisar para a indivíduos sobre essas doenças que não apresentam sinais, porém que são capazes de ser diagnosticadas precocemente.

Saiba Mais: Prevenir é sempre o melhor remédio para qualquer doença

Entre as 10 doenças que mais matam no mundo, de acordo com a Disposição Mundial da Saúde (OMS), estão o acidente vascular cerebral (que acontece devido a fechamento das carótidas) e a diabete (que pleito a fechamento dos vasos das pernas levando ao pé diabético). Os dois os casos são capazes de ser prevenidos a partir de exames periódicos.

Um dos exames mais usados, além do exame de sangue, é o ultrassom vascular. Ele é recomendado no momento em que o paciente apresenta elementos de perigo, por exemplo pressão alta, diabete e obesidade. O mesmo pode identificar se você pode ter a artéria carótida obstruída, por exemplo.
Aqui no Rocha Lima, o exame de ultrassom vascular é realizado por um clínico vascular, o que faz com que o resultado seja bastante mais necessário, dessa maneira o médico saberá qual o melhor tratamento para você!
Saiba o que é e como se proteger-se de algumas doenças:

ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

Segunda pleito de morte mundial, similarmente chamado de derrama, acontece no momento em que há o entupimento ou zanga de um vaso que leva sangue ao cérebro.
Prevenção: é necessário evitar os elementos de perigo para a enfermidade que são: pressão alta, diabete e obesidade.

PÉ DIABÉTICO

A diabete má controlada pleito, durante do tempo, modificações no sistema nervoso e a indivíduo pode despossar a receptividade dos membro. Ao ter qualquer ferida nos membro, ela não sente e essa ferida similarmente não cicatriza. Uma das qualidades do pé diabético é o ressecamento. Se não combinado pode fazer a amputação do braços.

Prevenção: moderar o diabete com refeição e treinos e realizar frequentemente exames de sangue para pensar a glicemia, além do exame dos membro todos os dias em procura de feridas e machucados, caso diabético.

TROMBOSE VENOSA PROFUNDA

Enfermidade causada pela coalhadura do sangue no interior das veias – vasos sanguíneos que levam o sangue de volta ao coração. As veias mais usualmente acometidas são as dos patas inferiores ( cerca de 90% dos casos). Os sinais mais comuns são o inchaço e a dor. De acordo com a bibliografia científica, a enfermidade atinge entre 44 a 145 indivíduos a cada 100 mil.

Prevenção: evitar os elementos de perigo que são fumo, ficar assentado, deitado (acamado) ou em pé por bastante tempo, saber ser possui hipercoagulabilidade genética, corporificar cirurgias de grande peso, gestação, estar com câncer ou em tratamento, ter carência cardíaca, entre outros. Treinos, remédios e utilização de meias elásticas são capazes de ajudar na prevenção.

ANEURISMA DE AORTA

É a dilatação defeituoso da taipa da aorta, maior artéria do corpo e encarregado por carregar sangue cheio de gás para todo o corpo. Ao se debandar pode provocar a morte. As estimativas apontam que o dificuldade acomete 5% dos homens e 1% das mulheres acima de 55 anos.

Prevenção: não há prevenção, é necessário afirmar seus elementos de perigo e corporificar exames de reconhecimento, uma vez que a enfermidade é assintomática. Entre os elementos de perigo estão: idade superior a 65 anos, fumo, pressão alta, aterosclerose ( concentração de gordura e outras substâncias no vaso ) e histórico privado.

ANEURISMA PERIFÉRICO

É a dilatação defeituoso da taipa de artérias periféricas, como a femoral, a da virilha, a carótida, a do pescoço e a dos membro. É mais complicado de debandar, porém pode fazer um coágulo e dificultar a passagem de sangue, comprimir um substância ou uma disposição próxima, causando dor, formigueiro e inchaço.

Prevenção: assim como o aneurisma de aorta, não há prevenção. É necessário corporificar exames de reconhecimento. Costuma ser escancarado em exames de checkup ou na investigação de outras doenças.

FONTE: https://www.r7.com