ABDOMINOPLASTIA

A abdominoplastia é a intervenção plástica realizada com o intuito de remover o exagero de gordura e de pele do abdômen, contribuindo a coarctar a flacidez da abdômen e a deixar a abdômen lisa e dura, além de similarmente quantidade ser possível dispensar estrias e cicatrizes existentes no local.

Essa intervenção pode ser feita tanto em mulheres quanto em homens e é especialmente indicada para que pessoas perdeu bastante peso ou depois de uma gestação e ficou com a região da abdômen bastante flácida.

Em alguns casos, especialmente em mulheres magras que somente evidencia somente qualquer gordura localizada, o clínico pode propor realizar uma lipoaspiração ou uma mini-abdominoplastia, em vez da abdominoplastia, retirando o exagero de gordura na parte flanco do abdômen e na parte nas costas.

Como é feita a abdominoplastia

Antes da prática da abdominoplastia, é fundamental que a indivíduo passe por análise pré-operatória para que seja vigiado se há um perigo de problemas. Dessa forma, o médico clínico geralmente indica exames de sangue, análise física e dos elementos de perigo, como fumo, obesidade e idade frente, por exemplo.

Saiba Mais: Especialista em cirurgia plastica Dr. Adriana Lembi 

 

Caso o médico verifique que não há riscas, procede à marcação e prática da intervenção, sendo fundamental que a indivíduo não beba, fume ou tome remédios que possam reforçar o perigo de sangramentos, como aspirina ou anti-inflamatórios, antes do técnica.

A abdominoplastia tardada entre 2 a 4 horas e é feita com anestesia peridural. Por meio do hora que a anestesia surte resultado, o médico faz um corte entre a série dos pelos pubianos e o centro, de acordo com o nível de revisão da intervenção, para que o exagero de gordura, de tecidos e pele possam ser removidos e para que os músculos abdominais que encontram-se enfraquecidos possam ser costurados.

Dependendo da porção de gordura e pele que se quer

 

dispensar, o médico similarmente pode corporificar um corte em redor do centro para dispensar o exagero de pele na parte superior do abdômen. Posteriormente, o médico procede para o fecho dos bom realizados na pele por meio do utilização de sutura, adesivos de pele ou fitas.

É sugerido que a indivíduo fique 2 a 4 dias internadas depois de o técnica para garantir o sucesso da intervenção e coarctar o perigo de problemas. É comum que na semana posterior à intervenção a indivíduo sinta dor abdominal e a região fique escura e inchada, sendo estes sinais solucionados à providência que ocorre a cicatrização. Não obstante caso depois de uma semana os sinais persistam, é fundamental voltar ao clínico para que seja feita a análise.

O valor da abdominoplastia varia de acordo com o local em que é realizado, clínico que irá corporificar o técnica e se há urgência de corporificar mais procedimentos cirúrgicos como a lipoaspiração, por exemplo, na mesma interferência cirúrgica. Dessa maneira, a abdominoplastia pode variegar entre 5 e 10 mil reais.

Como é a recuperação

A recuperação completo da intervenção tardada em média 2 meses e requer alguns afazeres, especialmente com a postura, sendo necessário não realizar esforços ao longo este tempo e utilizar uma banda abdominal. É comum manifestar-se dor no abdômen e hematomas especialmente nas primeiras 48 horas, diminuindo com o mudar das semanas e, para evitar associar líquidos no abdômen geralmente encontra-se com drenos.

 

Como é a gestação de quem tirou Abdominoplastia

A orientação é que a abdominoplastia não seja realizada por mulheres que também querem emprenhar, uma vez que nesse técnica os músculos da região abdominal são costurados e no momento em que ocorre a gestação, são capazes de ser rompidos. Dessa forma, caso a mulher deseje realizar a abdominoplastia e similarmente emprenhar, é recomendada que seja feita a mini-abdominoplastia, em que pequenas quantidades de gordura são retiradas.

 

A mulher que tirou abdominoplastia e também quer emprenhar, está mais sensível ao começo de estrias, por causa de ao esticamento sobejo da pele e, dessa forma, recomenda-se que a mulher não engorde mais de 12 kg ao longo a gestação.

Rede Sociais: https://www.facebook.com/G2-Portal-de-Noticias-103955877864969/ https://twitter.com/g2portaldenoti1

Possíveis problemas

Embora de ser um técnica sem riscos, a abdominoplastia similarmente pode ter riscas e reverter em problemas tanto ao longo quanto depois de o técnica, sendo, dessa forma, necessário a prática dos exames pré-operatórios e o internamento depois de o técnica.

As problemas que acontecem com mais frequência são seroma, que é o concentração de líquido, hematomas, necrose do fazenda, assimetria da gilvaz e do fazenda, carência respiratória e tromboembolismo, que pode ocorrer ao longo o técnica e reverter em falta.

 

FONTE: https://www.r7.com