Abdominoplastia antes e depois cicatriz

Abdominoplastia é uma intervenção plástica na abdômen que visa dispensar a gordura resto e aumentar a plástica e a entono do paciente. Ainda que o técnica seja comum, há questões essenciais que precisam ser levadas em conta antes de realizá-lo.

O que é?

Mais especialmente, a abdominoplastia se trata de uma intervenção que faz a retirada de gordura abdominal, do exagero de flacidez da pele em redor da região umbilical e similarmente das estrias que ficam a baixo do centro.

 

A cirurgia pode ou não ser associada à lipoaspiração, com o propósito maior parte de diminuir o volume da região abdominal.

Para que pessoas é indicada?

Homens e mulheres são capazes de utilizar à abdominoplastia para censurar ou aumentar uma série de situações.

Flacidez

É indicada para que pessoas padece com flacidez no abdômen e já tentou eliminá-la a partir de treinos, dietas e mais tratamentos estéticos, porém não atraiu sucesso.

Estrias

Quem quer eliminar estrias na abdômen pode utilizar ao técnica, a partir de que similarmente haja pele flácida a ser afastamento.

Diástase

Outra ofício fundamental da abdominoplastia é suavizar o fachada da diástase, que é uma biombo dos músculos abdominais que ocorre frequentemente depois de preparação ou redução maciça de peso, gerando afundamento e flacidez na região.

Saiba Mais: Sobre a extensão da cicatriz na abdominoplastia e dores no pós operatório

Tipos de abdominoplastia

Há 3 variações desta cirurgia. Cada uma possui ofício e objetivo distintos, dependendo do perfil e desejos de cada paciente.

Microssaia abdominoplastia

É destinada aos pacientes que precisam dispensar somente um pouco de exagero de pele. “ Ela requer uma incisão menor e não é preciso mexer na opinião do centro ”, conta o clínico plástico Eduardo.

Abdominoplastia clássica

É realizada no momento em que é necessário dispensar bem mais fazenda e, especialmente, gordura. “Na clássica, há o reposicionamento do centro. Em correspondência, o resultado estético pode ser mais educado ”, completa ele.

Abdominoplastia em âncora

É indicada para que pessoas perdeu peso depressa, ficando em um grande exagero de pele. Neste caso, a gilvaz da abdominoplastiase assemelha a uma âncora.

Passo a passo da cirurgia

A duração da intervenção de abdominoplastia varia de acordo com a porção de fazenda a ser retirado. Na grande maior parte dos casos, o técnica dura de 2 a 4 horas.

O clínico plástico Eduardo Duarte, diretor médico do Centro Cirúrgico do Complexo Hospitalar de Niterói (CHN) – que similarmente é braços senhor da Clube Brasileira de Intervenção Plástica e braços do Ginásio Brasileiro de Cirurgiões – explicou em detalhes como a abdominoplastia é feita:

Anestesia

O técnica pode ser executado com anestesia maior parte ou peridural com sedação. “A peridural permite uma recuperação mais tranquila e auxilia a proteger-se tromboses, porém, isto dependerá da experiência do profissional ”, explica o médico.

O técnica

“ Primeiro, são feitas incisões em semicírculo acima da púbis, cuja área depende da porção de pele a ser afastamento e dos contornos do paciente ”, explica.

Em seguida, a pele é descolada da gordura, expondo os músculos abdominais. Se houver diástase, é possível suturar os músculos separados para deixar a taipa abdominal mais forte.

Posteriormente, a pele e a gordura descoladas são esticadas. É neste hora em que o médico faz uma jovem incisão que produz um novo fachada ao centro. Por fim, a pele e a gordura excedentes são retiradas por um corte, drenos são colocados – para evitar o concentração de líquido, a volta efeito é suturada e o paciente recebe curativos e bandagens.

Pós-operatório

É natural e comum que o paciente sinta pesar ao longo a recuperação. É necessário ter atenção com a postura, uma vez que é preciso coarctar ao máximo qualquer preocupação abdominal. Dessa maneira, ao deitar ou mesmo ao andança, é recomendado ter uma rápido afeição que não se exija bastante do abdômen.

FONTE: https://www.r7.com